Função fática em português – Palavras feedback em português

Phatic function in Portuguese - Portuguese feedback words

Portuguese phatic function – Language functions in Portuguese

Função fática em português. Palavras feedback em português.

Bem, há um russo chamado Roman Jakobson que organizou os 6 elementos constituintes da linguagem verbal e chamou isso de “funções da linguagem”. Talvez você já tenha ouvido falar sobre isso em algum lugar. Ele acreditava que, quando estamos em uma conversa, a linguagem se divide em 6 funções diferentes e que cada uma dessas funções desempenha um papel diferente, particular neste cenário. No entanto, não quero que este podcast se torne uma coisa muito complicada. Na realidade, este episódio será bem simples de ser entendido. Hoje, falaremos sobre a função fática da linguagem.

Clique no link e visite nosso último episódio sobre os verbos haver e existir em português

A função fática mantém a comunicação aberta. Ela é usada para assegurar que a outra pessoa está nos ouvindo, a outra pessoa está seguindo, acompanhando aquilo que falamos no momento.

.Por exemplo, veja a sentença abaixo:

  • Today we are going to speak about the phatic function of language, all right?

Ao dizer “all right”, eu não estava realmente perguntando se você está bem, se você está se sentindo bem. Na verdade, eu estava, implicitamente, tentando fazer um pacto de conversa com você. Eu estava tentando manter este canal aberto.

Outra maneira de usar a função fática é, por exemplo, quando estamos contando uma história a alguém e a pessoa só responde: “bem”, “hum”, “interessante”. Ou seja, ele está mantendo o canal aberto, como se estivesse dizendo “eu estou ouvindo você. Estou acompanhando o que você diz”.

  • Marcos, mas o que isso tem a ver com a língua portuguesa?
  • Eu acho que tem a ver com todos os tipos de língua, Sarah!.

No podcast de hoje, falaremos sobre maneiras de se usar a função fática em português.

Função fática ao telefone

Função fática ao telefone

Maneira formal

Normalmente, atendemos o telefone dizendo “alô”.

Exemplo:

  • Alô, tudo bem?

A outra pessoa pode dizer simplesmente  “você está me ouvindo bem?”

Maneira informal

Hoje em dia, devido à tecnologia, normalmente sabemos quem está nos ligando, mesmo antes de atendermos a ligação. Se a pessoa que está ligando for um amigo, você pode dizer simplesmente algo do tipo “e aí, o que pega?”.

Cumprimentando pessoas

  • Olá, como vai? Olá, tudo bem com você?

Essas são maneiras formais de se cumprimentar pessoas aqui.

Se você quer ser mais informal, pode dizer “e aí, certinho?”. “e aí, beleza?” ou mesmo “e aí, tranquilo?”.

 

 

Função fática no meio da conversa

Você sabe que aqui no Brasil, mesmo quando é nosso turno de escutar o que a outra pessoa está falando, normalmente enviamos alguns sinais, para demonstrar que estamos ouvindo o que ela está dizendo, para manter o canal de conversação aberto.

Usamos coisas como: legal, interessante, hunrum

Por exemplo, vamos simular uma conversa aqui:

  • Você sabia que tenho um novo cachorro? (Do you know I have a new dog?)
  • Que legal! (That’s great!)
  • Sim, eu consegui convencer a minha mulher a de que deveríamos ficar com ele! (Yeah! I convinced my wife that we should take him).
  • Uhum!
  • Ela não gostava muito de animais. Agora, está amando o cachorro. (She didn’t like animals very much and now she’s in love with the dog).
  • Interessante! (Interesting)
  • Você deveria ir lá em casa para ver o bicho. Acho que ele vai gostar de você. (You should come over and see the dog. I think he’ll like you)
  • Bom saber. Eu vou, assim que puder. (It’s good to know. I’ll go as soon as I can.)

Agora, vamos tentar esta mesma conversa usando funções fáticas mais informais

  • Você sabia que tenho um novo cachorro? (Do you know I have a new dog?)

Que da hora! (Da hora é uma gíria muito usada em São Paulo e significa “que legal”)

  • Sim, eu consegui convencer a minha mulher a de que deveríamos ficar com ele! (Yeah! I convinced my wife that we should take him).
  • Só! (A palavra só, neste caso, serve apenas para manter a conversa funcionando)
  • Ela não gostava muito de animais. Agora, está amando o cachorro. (She didn’t like animals very much and now she’s in love with the dog).
  • Tô ligado. (Isso pode ser entendido como “sei como é…”  “sei como funciona”)
  • Você deveria ir lá em casa para ver o bicho. Acho que ele vai gostar de você. (You should come over and see the dog. I think he’ll like you)
  • Pode crer. Eu vou assim que puder. (Aqui, entendemos “pode crer” como se fosse “você está certo” ou “tem razão)

Maneiras de se despedir em português

  • Bem, estou indo embora! Até amanhã! (Or “até a próxima!) (Well, I’m leaving. See you later!)
  • Até amanhã! Abraços! (See you later. And the other person simply says “até”, meaning “later”).

A parte curiosa aqui é que uma pessoa está desejando à outra que seja “abraçada” ao dizer “abraços”, mas perceba que eles estão em uma conversa. Eles estão lado a lado e poderiam, simplesmente, abraçar-se, no entanto preferem simplesmente “dizer” isso.

Isso é muito comum de acontecer, aqui no Brasil. Você pode, por exemplo, terminar um e-mail “mandando abraços” ou fazer isso até numa situação de conversação, como eu falei antes.

Você também pode dizer “vou nessa”, como uma maneira informal de anunciar que você está partindo.

  • Vou nessa. Falou!

Torne-se Membro Premium e faça o download das nossas transcrições completas

Clique no link e complemente seu estudo sobre função fática em português

Valeu, vou nessa!

I hope you like it.

Abraços!

Marcos Sales

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *